Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diz Que Helena

A Blogger

IMG_20161016_025344.jpg

 

 

Subscrever no Sapo

helenaduque@sapo.pt _____________________________________________________________________

Livro da Blogger




Mais sobre o livro

_____________________________________________________________________

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

__________________________________________________________

La Mia Giornata a Firenze

Desta minha saga de um mês em Itália, falei aqui da cidade onde morei - Camerino - e aqui de Gubbio, uma pequena cidade medieval do centro de Itália e a primeira que visitei. Depois de uma semana naquele país maravilhoso, foi a altura de realizar um dos meus maiores sonhos de sempre: visitar a belíssima Florença. Conhecida por ser um centro de arte, cultura e beleza incontestável e incomparável, Florença tem uma aura muito própria que a torna mágica e um belíssimo palco para qualquer história de amor. Só tive oportunidade de estar nesta maravilhosa cidade apenas um dia, mas aproveitei-o ao máximo. Apesar de não ter tido tempo para entrar em vários sítios, consegui visitar os lugares mais icónicos da cidade. 

P_20160410_091827.jpg

A primeira imagem que tenho de Florença: o rio Arno a dar as boas vindas numa paisagem fantástica

P_20160410_092446.jpg

Biblioteca Nacional Central. Esta é uma das duas Bibliotecas Nacionais, sendo a segunda em Roma. Foi fundada em 1714

P_20160410_093020.jpg

Basílica Santa Croce, com estátua de Dante Aligieri no seu lado direito. 

A descer as escadas desta Basílica, vi os homens mais bonitos de Itália. E estavam todos de batina eclesiástica 

P_20160410_094533.jpg

Não podia faltar a foto da praxe com Dante Alighieri, um dos escritores mais importantes da literatura italiana e da literatura contemporânea europeia. 

P_20160410_094645.jpg

Fotografia tirada de costas para a Basílica, ou seja, Piazza di Santa Croce

Disse o meu professor, que fazia de guia nas viagens, que nesta praça se jogava o Calcio Fiorentino, uma espécie de filho entre futebol e rugby. Segundo ele, é um jogo onde vale tudo, que remonta ao século XVI e que ainda hoje se joga em muitas cidades italianas. 

P_20160410_095216.jpg

Fotografando a movimentação da cidade que sai da Piazza Santa Croce em direcção à Piazza della Signoria, com a torre do Palazzo Vecchio ao fundo do plano

P_20160410_095636.jpg

Não me recordo onde foi tirada esta fotografia, mas foi ainda no caminho de Santa Croce para a Piazza della Signoria, uma vez que as fotografias estão por ordem de caminho.

Infelizmente, não me recordo onde tirei esta fotografia, o que acontece com muitas outras porque uma pessoa, completamente extasiada, não se lembra de apontar todos os nomes, todos os pequenos detalhes da viagem. No entanto, aqui está outra imagem para retratar a realidade da cidade, não só na sua beleza mais aclamada, mas nos pormenores menos conhecidos.

P_20160410_101037.jpg

Entrada do museu do Palazzo Vecchio, já na Piazza della Signoria, com a imitação de David, de Michelangelo no lado direito...

P_20160410_101359.jpg

... e Hércules e Caco no lado esquerdo

 

O Palazzo Vecchio era um dos sítios que mais queria visitar pela sua história, arquitectura e importância para a cidade de Florença e para a região da Toscana no geral, mas como queria ver "tudo" naquele dia e como tenho intenções de lá voltar quando embarcar de Erasmus, não visitei  todas as salas deste palácio incrível. Todavia, aconselho vivamente a toda a gente que tenha oportunidade de visitar a cidade com mais calma a, pelo menos, entrar neste sítio maravilhoso. 

P_20160410_101258.jpg

 Plano da Loggia della Signoria 

 No lado direito do Palazzo Vecchio, existe a Loggia della Signoria. É uma varanda que tem 15 estátuas, sendo que a mais importante é uma de 3.20 metros chamada Perseo con la testa di MedusaCriação de Benvenuto Cellini, remonta ao século XVI.

P_20160410_104044.jpg

Catedral de Florença, Santa Maria del Fiore

P_20160410_105416.jpg

Santa Maria del Fiore rodeada de turistas

Santa Maria del Fiore tem de ser um dos monumentos mais bonitos, espectaculares, fanáticos, do mundo. Pelo seu tamanho, pelo que significa, pela sua idade... Não consigo descrever muito bem o que senti quando lá estive. Todos os pequenos detalhes que que decoram todo o exterior do edifício são de uma pessoa perder completamente a cabeça! Nesta segundo fotografia, temos uma outra preservativa da catedral, repleta de turistas num dia extremamente quente de Primavera.

P_20160410_125920.jpg

Interior da cúpula da catedral

Com 54 metros de diâmetro, tem um afresco de Giorgio Vasari e Federico Zuccari, representando o Juízo Final. Infelizmente, só pude utilizar o tablet na minha viagem, pelo que a qualidade das fotografias não é a mais indicada para fotografar interiores escuros e com tantos detalhes. Mas se tiverem interessa na pintura (que é maravilhosa), carreguem aqui

P_20160410_110811.jpg

Artista de Rua

Não é só nos monumentos antigos que vemos beleza e talento. Em muitas cidades grandes vi estes artistas de ruas que faziam réplicas de quadros famosos com giz, nas ruas. Esta imagem em particular não conheço, mas a pintura estava a ficar incrível! 

P_20160410_111837.jpgVista para o rio Arno

P_20160410_113522.jpg

Pizza al taglio

Itália é mundialmente conhecida pela sua cozinha mediterrânea, principalmente pelas suas pastas e pizzas. Confirmo que a cozinha italiana não se resume a estes dois tipos de pratos; é muito rica em sabores, texturas e sempre com uma qualidade acima do normal. No entanto, para quem gosta de pastas e pizzas, estar em Itália é um sonho e sempre que podia (o que era... sempre) lá comia um bocadinho de pizza aqui ou ali. Além disso, numa visita tão longe, onde há muito para ver em pouco tempo, o almoço tinha de ser rápido, por isso, nada melhor que pizza al taglio, ou seja, pizza às fatias. A imagem pode não fazer jus, mas acreditem que comi esta fatia e bebi um coca-cola de 33 ml (5 euros) e fiquei satisfeita. 

 

P_20160410_143418.jpg

Com as companheiras de viagem 

P_20160410_115141.jpg

 Ponte Vecchio, um dos símbolos de Florença

P_20160410_131818.jpgZona de café, nas traseiras do Battistero di San Giovanni

P_20160410_135249.jpg

 Piazza di San Marco

 P_20160410_162319.jpg

Piazzale degli Uffizzi  | Estátua de Benvenuto Cellini

Fica mesmo ao lado do Palazzo Vecchio, nas costas da Loggia della Signoria, mas foi o meu último ponto de visita. E sinceramente, tenho muito pena de não ter tido mais tempo para poder admirar estas estátuas com mais calma ou conhecer mais, no momento, sobre as personalidades ali ilustradas. Basicamente, este sítio é uma pequena praça onde existem diversas estátuas de personalidades italianas importantes. É também nesta praceta a entrada para a Galleria degli Uffizzi, que remonta a 1560. Construído por Giorgio Vasari a mando dos Mèdici, é considerado um dos museus mais importantes do mundo. Além dos abaixo mostrados, existe uma estátua de Dante, Galileo Galilei, Giotto, entre outros.

 

collage 2.jpg

Niccolò  Machiavelli e Giovanni Boccaccio

collage.jpg

Donatello e Santo Antonio

Visitar Florença foi de perder o fôlego. As expectativas eram muitos altas, mas foram realizadas com sucesso. Não tive tempo para conhecer o interior de muitos edifícios e monumentos incriveis, como o Palazzo Vecchio ou a Galleria dell'Accademia, nem tive tempo para visitar o exterior de sítios como o Palazzo Pitti, mas Florença foi uma das melhores experiências da minha vida e uma viagem incrível no tempo. Estar nesta cidade, conhecê-la e vivê-la foi um dos motivos que confirmou a minha paixão por Itália e pela sua cultura e me deu ainda mais motivação para continuar os meus estudos, com foco e dedicação. Espero muito em breve voltar lá e ver melhor o que vi e conhecer o que ficou por visitar.

A Blogger

IMG_20161016_025344.jpg

 

 

Subscrever no Sapo

helenaduque@sapo.pt _____________________________________________________________________

Livro da Blogger




Mais sobre o livro

_____________________________________________________________________

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

__________________________________________________________