Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diz Que Helena

Diz Que Helena

P_20160410_094533.jpg


Como amante das letras, das coisas profundas e das coisas superficiais da vida, uma das minhas maiores paixões é pôr no papel o que vejo, o que vivo e o que sinto. Misturando realidade com ficção, escrevo as minhas histórias, os meus romances, nos tempos livres que a faculdade me dá. Em 2014 publiquei o meu primeiro livro pela Chiado Editora, um romance de título "Heroína".
O Diz Que Helena é uma reflexão dos meus interesses, gostos e sonhos.

+ Sobre a HelenaSubscrever no Sapo

helenaduque@sapo.pt

online _____________________________________________________________________

Livro Publicado




Mais sobre o livro

_____________________________________________________________________

Na mesinha de cabeceira

_______________________________________________________________________

Diz Que É A Minha Estante

Dancer in the Shadows
Wedding Bell Blues
Dance of the Snake
Sweet sundown
Sermão de Santo António aos Peixes
Auto da Barca do Inferno
Cavalleria Rusticana
The Rasputin Relic
Amos y mazmorras: Segunda parte
Amos y mazmorras: Primera parte
Devil In Disguise
A Walk to Remember
The Last Song
SIGA
Memorial do Convento
Bel: Amor más allá de la muerte
Harry Potter and the Order of the Phoenix
Harry Potter and the Sorcerer's Stone
Harry Potter and the Goblet of Fire
The Tales of Beedle the Bard


Helena Duque's favorite books »
__________________________________________________________

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

__________________________________________________________

[Livros] Brida (2006)

A minha lista de leituras para 2016 é bastante extensa e o meu objectivo no Goodreads é claro: ler vinte livros durante este ano! No entanto, enquanto a lista se adensa (todos os dias conheço novos livros e autores que quero ler, descobrir e estudar!), nem todos os destinos são doces... Há livros que nos marcam, outros nem por isso. Tambem há aqueles pelos quais não damos um tostão e se revelam viagens incriveis por mundos nunca antes visitados. Também existem aqueles cuja a parra é muita... mas a uva, pouca. "Brida", um livro do brasileiro Paulo Coelho, que foi publicado em 2006, não foi a melhor viagem que fiz através das palavras escritas. Só posso desejar que os próximos de 2016 sejam melhores!

 

Sinopse retirada de Wook

Pura e simplesmente a história de Brida – uma jovem irlandesa de 21 anos que queria ser bruxa... e conseguiu. Brida orienta-se pelas cartas do tarot, aprende a Tradição do Sol com um mago que vive isolado numa floresta e a Tradição da Lua com Wicca, uma bruxa poderosa que mora numa moderníssima casa. É sagrada bruxa num sabbat – mas não sem antes conhecer o amor na sua for-ma mais plena e de ter Fonte da Imagem“regressado” a uma vivência medieval, plena de amor e de espiritualidade.
 
O livro "Brida" foi-me aconselhado por um amigo que, além de ser tarólogo, é uma pessoa extremamente espiritual,cujas crenças se reflectem no que diz e no que faz. Aconselhou-me o livro porque estávamos a falar de Paulo Coelho e eu afirmei que queria muito voltar a ler Paulo Coelho, depois da excelente experiência que tive com o livro "Verónica Decide Morrer" (2013). No entanto, esta não foi uma das minhas leitura preferidas. Não sei se é por não ser uma crente fervosa das Tradições retratadas no livro (Tradição do Sol e Tradição da Lua), mas creio que foi mais o tipo de escrita que me desiludiu e não me cativou. O meu interesse nestes assuntos espirituais é moderado - acredito, mas tenho a necessidade que me mostrem, que me façam acreditar. Quando comecei esta leitura, não sabia o que esperar, nem sabia o que queria dizer "Brida" (não, não li a sinopse antes - my mistake). Todavia, não foi ao encontro das minhas expectativas, não foi uma leitura prazerosa da qual eu tirasse alguma informação importante ou que me entretece. Acabei por o ler todo, porque os capítulos são muito curtinhos e lêem-se bem, uma vez que são de fácil compreensão.
Penso que este livro me desiludiu uma vez que eu sou uma pessoa de descrições; descrevam uma casa com todo o detalhe possível e eu sou a vossa maior fã! Sou uma pessoa muito visual, gosto de estar no sítio através da escrita, e não consegui sentir minimamente essa sensação com este livro. Os espaços não são detalhados, nem sequer a personalidade ou as características físicas das personagens. A história de amor entre Brida e o Mago foi a parte que mais interessou, mas pecou pela falta de atrevimento e pelas acções insonsas e, na minha prespectiva, sem sentido. 
Dei-lhe 2 estrelas no Goodreads

4 comentários

Comentar post

Diz Que Helena

P_20160410_094533.jpg


Como amante das letras, das coisas profundas e das coisas superficiais da vida, uma das minhas maiores paixões é pôr no papel o que vejo, o que vivo e o que sinto. Misturando realidade com ficção, escrevo as minhas histórias, os meus romances, nos tempos livres que a faculdade me dá. Em 2014 publiquei o meu primeiro livro pela Chiado Editora, um romance de título "Heroína".
O Diz Que Helena é uma reflexão dos meus interesses, gostos e sonhos.

+ Sobre a HelenaSubscrever no Sapo

helenaduque@sapo.pt

online _____________________________________________________________________

Livro Publicado




Mais sobre o livro

_____________________________________________________________________

Na mesinha de cabeceira

_______________________________________________________________________

Diz Que É A Minha Estante

Dancer in the Shadows
Wedding Bell Blues
Dance of the Snake
Sweet sundown
Sermão de Santo António aos Peixes
Auto da Barca do Inferno
Cavalleria Rusticana
The Rasputin Relic
Amos y mazmorras: Segunda parte
Amos y mazmorras: Primera parte
Devil In Disguise
A Walk to Remember
The Last Song
SIGA
Memorial do Convento
Bel: Amor más allá de la muerte
Harry Potter and the Order of the Phoenix
Harry Potter and the Sorcerer's Stone
Harry Potter and the Goblet of Fire
The Tales of Beedle the Bard


Helena Duque's favorite books »
__________________________________________________________

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

__________________________________________________________