Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diz Que Helena

A Blogger

IMG_20161016_025344.jpg

 

 

Subscrever no Sapo

helenaduque@sapo.pt _____________________________________________________________________

Pesquisar

 
__________________________________________________________

Livro da Blogger




Mais sobre o livro

Comprar na Wook
_____________________________________________________________________

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

__________________________________________________________

Pedrógão Grande

É uma tragédia como não há memória em Portugal, e no entanto, eu não me sinto no direito de escrever sobre ela. Afinal, o que posso dizer? Mas há sempre algo que pode ser dito. O nosso país, o nosso pequeno país em dimensão, destruído na sua física e na sua humanidade. Milhares de hectares queimados, mais de sessenta mortos, pessoas, vidas, homens, mulheres, crianças, filhos, mães, pais, namorados, amores, a pessoa mais importante no mundo para outra. Quando pomos as coisas nesta perspectiva penso que dói ainda mais. 64 mortos e 57 feridos são números e não nos afectam em nada. Vemos esses números - maiores, até - todos os dias nos telejornais. Na Síria, em França, mais recentemente Inglaterra... Mas são só números, somos levados a pensar neles como números para não nos doer tanto, para não atingir a nossa bolha, onde pensamos que só acontece aos outros. Infelizmente, não é assim que funciona e nós nada temos a dizer como poderá funciona, limitamo-nos a trabalhar com aquilo que o destino nos dá. Todavia, poderia ter sido o destino mais brando connosco se tivesse havido prevenção, como limpezas das matas e pinhais e organização de vigilâncias florestais antes dos períodos de maior perigo? Talvez sim. Mas quem sou eu para estar falar? Não sou entendida no assunto, mas felizmente também não acredito em tudo o que vejo na TVI ou na CMTV. Graças ao meus pais que e aos meus professores que me ensinaram a pensar, acredito que esta tragédia (e outras, como o caos na ilha da Madeira e os fogos aqui tão perto, como escrevi há pouco menos de um ano) poderia não ter tido contornos tão dramáticos se houvesse um plano de ordenamento do território consistente e se o nosso governo se preocupasse tanto com as zonas menos desenvolvidas como se preocupa com as grandes metrópoles. Mas neste momento a única coisa que podemos fazer é reforçar o apoio prestado aos afectados por esta catástrofe através dos bombeiros de todo o país e através de associações que se mobilizaram e continuam a mobilizar para prestar apoio a quem perdeu bem mais que uma casa, um terreno ou um carro. 

Resultado de imagem para pedrogao grande

Aterrador  Fonte da Imagem: RTP.pt

4 comentários

Comentar post

A Blogger

IMG_20161016_025344.jpg

 

 

Subscrever no Sapo

helenaduque@sapo.pt _____________________________________________________________________

Pesquisar

 
__________________________________________________________

Livro da Blogger




Mais sobre o livro

Comprar na Wook
_____________________________________________________________________

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

__________________________________________________________